Resultados do fim-de-semana 12 e 13 de Junho

Este slideshow necessita de JavaScript.

Mais um fim-de-semana de excelentes resultados no GCST – Ténis, com atletas do clube a demonstrar todas as suas potencialidades e talento fora de portas.

No torneio de Espinho João Eduardo Lopes apenas foi batido na final, num torneio onde fez muitos jogos e mostrou uma resistência e uma tenacidade impar. Neste mesmo torneio António Godinho e Duarte Silva também participaram rubricando grandes resultados para o clube.

Quem também teve um grande resultado em Famalicão foi Nuno Roriz, que se ficou pelas Meias – Finais do Torneio de Sub 10. Desde já os parabéns por este brilhante resultado, juntamente com o atleta do clube José Maria Godinho que também teve uma participação muito boa ficando-se pelos Quartos de final.

Já no capítulo feminino, Mariana Fernandes também teve um resultado bastante bom em Miramar, onde ficou num honroso terceiro lugar do pódio.

De destacar a presença no torneio do Campeonato do Minho + 35, em Guimarães, de Guilherme Godinho, demonstrando que o GCST tem atletas de todas as idades.

2 respostas a Resultados do fim-de-semana 12 e 13 de Junho

  1. Guilherme Godinho diz:

    Treinador Intimida!!!!

    Foi mais uma jornada de veteranos onde o “Próprio”, um jovem de tenra idade, teve a oportunidade de jogar mais uma partidinha… menos que isso também é impossivel!
    Desta vez, não houve qualquer momento a registar, decorreu tudo na mais simples normalidade, isto é, o “Próprio” acabou por perder 6-2 6-3 (ou 6-2 no fim já não me lembrava, é da Idade e um jogo de tenis demora muito!)

    Pois é, após um aquecimento relaxado, foi minha convicção que este estava no “papo”. O adversário, não parecia grande coisa, facto demonstrado durante o jogo, mas como dizem os especialistas mais “consistente” ainda que de acordo com os meus filhos ligeiramente “Padeiro”. Este consistente não vem de mais forte fisicamente, com mais ou menos massa muscular ou se era fôfo ou rijo, vem de não sei exactamente o quê mas significa que a pôr a bola do outro lado da rede é mais eficiente. “Padeiro” digamos que tem que ver com a experiência de vida que resulta na forma como agarra a raquete ou/e executa os movimentos tenisticos.

    Mas isto não interessa! são apenas conceitos que é necessário conhecer para compreender o relato.

    Voltando ligeiramente atrás, o jogo estava a começar quando vejo, por trás da jaula (eu é que estava dentro), um casal cujo o “ele” era o Prof. Guilherme acompanhado a sua respectiva. Claro está que o “Proprio” se sentiu ligeiramente pressionado e tal teve influência em absoluto no resultado final obtido. Assim, rápidamente ficou 3-0, coisa que eu não estava a entender muito bem porquê! ainda recuperei alguma coisa mas no final, 6-2 foi o máximo que consegui.

    Neste momento vi na cara do Prof. algum desânimo, ainda mais que na minha! (apesar de não ter um espelho), mas quem faz o que pode a mais não é obrigado!

    No 2º set, pensei agora é que vai ser… mas não rápidamente estava 4-0, recuperei ainda alguma coisa mas ficamos pelo 6-2 apesar do Prof. dizer que nessa altura já não havia nada a Perder!

    Enfim, em Espinho a “Manager” acompanhava a situação dos rapazes e comentava com as Comadres de Guimarães que o “Próprio” estava em plena participação tenistica no clube local. Coisa que as deixou curiosas, mas apesar de terem voltado imediatamente ao clube, já não foram a tempo…

    Como em tudo na vida há que resistir, estou numa fase de treino intensivo e , para sosegar os treinadores, os resultados vão aparecer, não se preocupem!!!

    Cumprimentos do “Próprio”

  2. Guilherme Godinho diz:

    Notas adicionais:

    – João: perfeito uma final!!! dá-lhes rapaz! Parabéns e nada a dizer.
    – Antonio: perfeito, pelos comentários que ouvi mostraste grande combatividade, resistencia até ao fim e lutaste. Pelo que me chegou aos ouvidos grandes jogadas e bolas compridas, pouca “Padaria” e muita vontade de jogar! estamos no caminho certo, fácil… isso não há!!!
    – Duarte: Perfeito, não houvi comentários, mas estou certo que foi ao máximo e se não conseguiste mais foi porque não podia ser!!!
    Continuar que ganhar ou perder são segundos de diferença!!!
    – Nuno: Este “Gajo” é uma maquina mas se desse mais à perna… não havia hipoteses!
    – Zé: Este rapaz consegue num torneio passar por vários estados de alma…
    1º Se está a perder ou a ganhar e sente que pode ganhar, uma descontração, consegue coisas incriveis (Atenção que também é meu filho) desta vez foi um Smach em resposta ao serviço…
    2º Se está a perder ou ganhar e sente que pode perder então é a desgraça quem sofre primeiro é a raquete (quando acabar essa não há mais!) depois quem está fora a ver! além disso coincide sempre que o roubaram! e termina sempre com uma lagrima no canto do olho pois o resultado final é a derrota.
    Tens que aguentar mais!

    Enfim, p’ra frente é que é o Caminho! jogar, mandar umas boas chapadas na bola e estou certo que vai sempre mais e mais animado!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: